Filhos dos novos tempos

Especiais

Existe um novo tipo de adotante surgindo.

Eles procuram adotar animais especiais. Escolhem os mais necessitados, os mais debilitados, aqueles que não têm chances. E, graças a esses novos humanos, destinos cruéis estão sendo mudados.

Magela, um vira-lata de porte médio, de 5 anos, que chegou ainda filhote no abrigo em Belo Horizonte, cego desde que nasceu, hoje corre e brinca com uma companheira canina, pelos jardins da casa da Nívea, lá em São Paulo.

http://oloboalfa.com.br/magela/?regiao=mg

Goiaba e Angel, ele um Pinscher com meia dúzia de dentes na boca e ela, uma Cocker cega, jogados de um carro de luxo, a uma quadra da Via Expressa, em Belo Horizonte, foram acolhidos juntos, pela Camila, uma representante desses novos humanos, em Sorocaba, interior de São Paulo.

http://oloboalfa.com.br/goiaba-e-angel-juntos-pela-inclusao-social/?regiao=mg

Baltazar, um mestiço de Poodle cego desde que nasceu, estava literalmente morrendo de tristeza nos fundos de um canil. Poucos dias após a adoção, a Marília já nos escrevia contando que ele corria pela casa, desviando dos móveis, subindo e descendo no sofá e nas camas e já sabia em qual cantinho da área o sol da manhã chegava primeiro.

http://oloboalfa.com.br/baltazar-destino-ou-azar/?regiao=mg

Losk, Francisca, Cléia, dentre outros cãezinhos também cegos, têm hoje tratamento de realeza na casa dos novos donos. Ana Paula, Thalita e Vanessa receberam os pequenos Losk, Francisca e Cléia.

http://oloboalfa.com.br/losk/?regiao=mg

http://oloboalfa.com.br/francisca/?regiao=mg

http://oloboalfa.com.br/cleia-ou-melhor-baby/?regiao=mg

Entre os mutilados, Temos o Pingo, um Poodle de 3 pernas que foi jogado em uma praça, onde ficou por 8 horas no mesmo lugar, esperando o retorno dos donos.

As fotos do pós adoção provam que ele foi adotado por alguém tão diferente quanto ele. Luciana é o nome do anjo enviado pra salvar o Pingo.

http://oloboalfa.com.br/pingo-ele-so-falta-falar/?regiao=mg

Doug, um cãozinho paraplégico que foi abandonado em uma calçada, hoje corre pelos jardins da casa da Marina.

http://oloboalfa.com.br/doug-sem-palavras/?regiao=mg

Sasha, positiva para Leishmaniose, foi tratada da doença. Já estava negativada mas, dependeria do uso constante de um medicamento. Foi recebida pela Flávia e vive hoje em um sítio com muito espaço, em companhia de outro cão, também positivo e tratado.

http://oloboalfa.com.br/sasha-eu-posso-viver/?regiao=mg

Entre os arredios, Pitchula foi retirada do “Campo de Concentração”. Era muito medrosa e mordia a qualquer um que tentasse pegá-la. Chegou a morder todos os funcionários da clínica onde ficou. Para cada procedimento, como banho ou vacina, só com cambão e sedação. Como doar um cachorro assim?

Quando a adotante foi informada desse comportamento, a resposta foi: __Tenho cicatrizes nas mãos. Minha última adotada era pior. A Pitchula precisa de mim.

No mesmo dia da adoção, a Cláudia nos telefonou: __Ela não é nada daquilo que você falou. Está aqui na cama comigo, deitada no meu colo. Já a carreguei por todo lado.

http://oloboalfa.com.br/pitchula-uma-vida-de-sofrimento/?regiao=mg

Nina, uma vira-lata de 3 quilos, fez todo o tratamento para câncer. Curou-se, mas a doença poderia voltar. Talvez tivesse vida curta. A resposta que tivemos da Marcela foi de que: __Perdi uma cadela recentemente de câncer. A Nina poderá ter vida curta, mas terá vida.

http://oloboalfa.com.br/nina-vira-lata-micro-toy/?regiao=mg

Mais recentemente, nos deparamos com uma história muito triste. A sensação que ficou foi de que o Rafael veio ao mundo apenas pra sofrer. Como eles não têm dívidas cármicas, só nos resta acreditar que nós é que precisávamos aprender alguma coisa com a história que ele deixou.

Ele já estava morrendo, quando foi adotado. O último golpe foi duro demais. Ele não teria forças pra se recuperar.

http://oloboalfa.com.br/rafael-ele-tem-nome-de-anjo/?regiao=mg

Mesmo assim, a Cíntia o recebeu de braços abertos. Chegou a quase abandonar a faculdade pra cuidar do Rafael. Por 21 dias, ela o carregava pela casa, conversando com ele, pedindo que não desistisse, apresentando-o aos outros amigos peludos, contando-lhe como era o comportamento e a personalidade de cada um. Ele parecia entender e até demonstrava gratidão, mas não tinha mais forças.

Nos 21 dias em que esteve na casa da Cíntia, ele teve mais colo e atenção que em toda a sua vida. O que levaria alguém a adotar um cachorro que estava morrendo? Que tipo de razão levaria alguém a assumir as despesas de um animal que acabara de conhecer, sabendo que a luta seria inglória?

A única explicação é que o Rafael viveu os últimos dias nos braços de um anjo. Não era a mesma que o conduziria ao lugar de descanso, depois que seu coração parasse de bater. Mas era um daqueles humanos especiais a que nos referimos.

Acreditamos na transformação planetária. Acreditamos que a Terra, em breve, estará habitada somente por pessoas como estas citadas acima. Virá o dia em que todos os humanos serão protetores de animais. Estamos a caminho, mas ainda falta um pouco.

É que, por enquanto, a matemática ainda não está fechando como deveria. Os abrigos ainda estão cheios, muitos animais ainda morrem pelas ruas, cãezinhos cegos, mutilados e soro positivos ainda esperam por uma adoção que nem sempre chega.

Essa matéria foi elaborada com o objetivo de despertar mais alguns desses novos habitantes do planeta. Abaixo, alguns cãezinhos especiais que ainda esperam por adoção.

Em Belo Horizonte, Lenda, Pingo, Lourinho Piquititim e Negão.

Lenda é uma Poodle que teve os olhos arrancados, em razão da omissão dos ex-donos.

http://www.oloboalfa.com.br/lenda-arrancaram-lhe-os-olhos/?regiao=mg

Pingo é outro lobinho de três pernas.

http://www.oloboalfa.com.br/pingo-ele-e-especial/?regiao=mg

Pra não esquecer os enfezadinhos, o Lourinho Piquititim é o legítimo representante dos lobinhos encrenqueiros.

http://oloboalfa.com.br/lourinho-piquititim/?regiao=mg

Negão, ou Cordel, é um cachorro especial, que está terminando o tratamento para Leishmaniose. Assintomático, terá vida normal, desde que encontre alguém especial como ele.

http://oloboalfa.com.br/cordel-ou-melhor-negao/?regiao=mg

No Rio de Janeiro, Vovô Nick e Hugo.

Nick é um cãozinho idoso que viveu toda uma vida em condições precárias, sofrendo maus-tratos.

http://oloboalfa.com.br/set12-0050-nick-vovo-nick/?regiao=rj

Hugo é mais um cãozinho de apenas 3 pernas.

http://oloboalfa.com.br/ago12-0005-hugo-adocao-especial-e-urgente/?regiao=rj

Em São Paulo, Fred, Brigitte, Lara e Picolé.

Fred tem um pequeno defeito nas patinhas de trás. Elas são unidas, mas isso não lhe retira a mobilidade.

http://oloboalfa.com.br/set12-0107-fred-adocao-especial/?regiao=sp

Brigitte e Lara também só têm três perninhas.

http://oloboalfa.com.br/set12-0115-brigitte-adocao-especial/?regiao=sp

http://oloboalfa.com.br/out12-0017-lara-atropelada-e-jogada-no-mato/?regiao=sp

Picolé é um vovô que foi jogado fora porque não servia mais.

http://oloboalfa.com.br/set12-0144-picole-vovo-abandonado/?regiao=sp

Queremos muito ajudar a mudar esses destinos. Por isso, precisamos despertar mais humanos especiais.

Lembramos ainda que muitos vira-latas jovens, saudáveis, sociáveis e inteiros terminarão seus dias em abrigos. Faltam adotantes.

Em Belo Horizonte, a feira permanente de adoções da Cão Viver funciona todas as terças, quintas e sábados.

http://oloboalfa.com.br/a-maior-feira-de-adocoes-de-todos-os-tempos/?regiao=mg

No sul de Minas, outra feira permanente na cidade de Machado, da Associação 4 patas.

http://oloboalfa.com.br/feira-permanente-sul-de-minas/?regiao=mg

Em São Paulo, outras feiras permanentemente à disposição dos interessados em adoção.

O Grupo S.AU.S está com uma feira só de filhotes.

http://oloboalfa.com.br/ago12-0061-super-feira-de-filhotes/?regiao=sp

a Cit Dog também está com um plantel especial em uma super feira, em São Mateus.

http://oloboalfa.com.br/set12-0003-uma-super-feira/?regiao=sp

Em São Caetano do Sul, uma super feira com um plantel gigante. Funciona todos os dias, de segunda a segunda.

http://oloboalfa.com.br/set12-0030-mais-uma-feira-permanente/?regiao=sp

Por fim, pra fechar com chave de ouro, Ariel. Ela tem 4 pernas, enxerga muito bem, já iniciou a vacinação, tanto óctupla quanto leishtec, é ainda filhote, com idade aproximada de 7 meses, muito espertinha, brincalhona a saudável.

Parece que ela é perfeita e não tem nada que faça desta, uma adoção especial. E não tem mesmo. É que ela está vivendo em uma clínica veterinária e precisa muito de começar de novo uma nova vida. Só isso.

http://oloboalfa.com.br/ariel-e-ariel-o-tempo-nao-para/?regiao=mg

Seja feita a Vossa vontade.

Fonte:
http://oloboalfa.com.br/filhos-dos-novos-tempos/?regiao=mg

Anúncios
Sem categoria