Benefícios dos animais de estimação

pastor.jpg

A ciência tem descoberto cada vez mais, a grande importância da relação homem/animal, uma vez que os animais nos ensinam a entender e a lidar com as emoções. Ao lidarmos com emoções puras, aprendemos suas verdadeiras características, e ganhamos com ferramentas essenciais para enfrentarmos um mundo cheio de emoções e vontades camufladas por restrições da nossa complicada civilização.

As atividades com animais trazem inúmeros benefícios para o ser humano, as emoções são vivenciadas de uma maneira mais pura, simples e direta, pois os animais não sofrem de personalidade dividida pela tentativa de se adaptar aos padrões da sociedade.
Pesquisas revelam que a presença de um animal doméstico favorece a comunicação entre os membros de uma família, desenvolve afetividade de crianças e adolecentes, por estar permanentemente disponível para o convívio. O despertar de sentimentos positivos para o animal pode contribuir para a auto-estima e autoconfiança da criança.

A criança que convive com animais é mais afetiva, generosa e solidária, demonstra maior compreensão dos acontecimentos, é crítica e observadora, sensibiliza-se mais com as pessoas e com as situações, relaciona-se facilmente com os amigos, tornando-se mais sociável, cordial e justa. Ela aprende o valor do respeito.

Ter um animal também requer cuidados, e estes, orientados por um adulto, estimulam a autonomia e a responsabilidade, a preocupação com a natureza e com um planeta melhor. Desenvolve a sua personalidade de maneira equilibrada e saudável, tendo mais facilidade para lidar com a frustração e libertar-se do egocentrismo.

Para os adultos, especialmente os que vivem sozinhos, os animais suprem as necessidades de afeto e atenção. É cada vez mais comum médicos recomendarem um animal de estimação para tratar casos de depressão, por exemplo. Quando uma pessoa encontra-se deprimida é mais fácil fazer algo por alguém querido do que por si própria. Neste caso, o fazer algo é ainda mais facilitado, primeiramente pela dependência direta que o animal possui e depois por tratar-se de um verdadeiro companheiro, que encontra-se ao nosso lado todo tempo, independentemente do nosso estado de humor.

Estudos têm mostrado que pessoas que interagem com animais, constantemente, tendem a apresentar níveis controlados de estresse e de pressão arterial, além de estarem menos propensas a desenvolverem problemas cardíacos. Acariciar um animal de estimação faz com que o cérebro produza endorfina – "hormônio da felicidade" – que pode reduzir o nosso rítmo cardí­aco. Pessoas que possuem animais de estimação tendem a ser menos solitáriás, têm mais auto-estima, fazem mais exercícios, são mais extrovertidas e menos temerosas sobre proximidade com outras pessoas.

Segundo as pesquisas, independentemente do tipo do animal, servirá como importante fonte de apoio social, proporcionando muitos benefícios positivos psicológico e físico para os seus proprietários.

Animais de estimação nos dão lealdade, devoção, afeição e amor, então é justo retribuir.

Por Simone Fernandes – Simone é colunista do blog Animais e o Espiritismo e participa do Projeto Alma Animal

Confira os cinco benefícios dos animais de estimação à saúde dos idosos

Eles são uma ótima companhia
Os idosos precisam de segurança, afeto e contato sensorial, o que pode ser perfeitamente atendido quando se segura, se acaricia ou se alimenta um animal de estimação.

Especialistas indicam que os bichinhos também podem diminuir a solidão, ajudar a reduzir o estresse e motivar a prática de exercícios ou brincadeiras – o que não só representam benefícios ao corpo, como ao espírito também.

A partir de sua companhia e afeto incondicional, eles podem ser uma ótima fonte de conforto e segurança para as pessoas idosas.

Eles aumentam a interação social
De um modo geral, as pessoas respondem visualmente e verbalmente melhor a alguém que caminha pela vizinhança com um bichinho de estimação. Cachorros e gatos instantaneamente "quebram o gelo" entre duas pessoas, e despertam a interação.

Sendo assim, eles motivam a comunicação, o que é bom para a saúde emocional e cognitiva. Muitas pessoas gostam de contar histórias sobre os seus pets, então, eles também acabam servindo como um ponto de partida em um diálogo com amigos, visitas ou familiares.

Eles possuem um "efeito calmante"
Os animais de estimação oferecem conforto e baixam o nível de ansiedade. Brincar com eles pode aumentar os níveis de serotonina e dopamina, que estimulam o relaxamento. De acordo com uma pesquisa, os pets também causam um efeito calmante em idosos com pouca memória que exibem comportamento agressivo ou agitado.

Eles proporcionam significado e propósito
Pessoas com mal de Alzheimer ou outros tipos de perda de memória têm as mesmas necessidades que todos os outros seres humanos. Muitos deles se sentem muito satisfeitos em interagir com os animais, em cuidar deles e alimentá-los. Isso dá a eles um novo senso de identidade e propósito.

Eles fazem com que o ambiente fique caseiro
Especialmente em casas de repouso para idosos, os animais têm o poder de criar uma atmosfera caseira ao ambiente. Sendo assim, mesmo que um idoso não tenha condições de criar um pet, é interessante buscar oportunidades para gastar um tempinho com animais: às vezes, um cachorro ou um gato pode trazer o conforto que nem mesmo um humano pode oferecer.

FONTE: http://animaiseoespiritismo.blogspot.com.br/

Fonte:http://www.correiodoestado.com.br/noticias/confira-5-beneficios-que-os-pets-trazem-a-saude_140145/

Anúncios
Sem categoria

Um comentário sobre “Benefícios dos animais de estimação

Os comentários estão desativados.