Em cinco meses, denúncias de maus-tratos contra animais crescem mais de 200%

Foram registradas 163 ligações em outubro de 2011 e 505 em fevereiro de 2012

Do R7

O número de denúncias contra animais aumentou em mais de 200% nos últimos cinco meses. De acordo com dados do Instituto São Paulo Contra a Violência, foram registradas 163 ligações pelo Disque Denúncia (181) em outubro de 2011, enquanto em fevereiro de 2012 esse número foi de 505.

Ainda segundo o instituto, a crueldade contra animais se manteve pelo quarto mês consecutivo entre as cinco denúncias mais registradas pelo Disque Denúncia. Até outubro de 2011, esse crime variava entre o oitavo e o décimo lugar do ranking do

serviço, com menos de 200 denúncias. A partir de novembro, quando foram registradas 265 ligações, o crime passou à quarta colocação, e lá permanece desde então.
No último mês, foram 505 denúncias de crueldade contra animais, 101 a mais que janeiro e quase o dobro de novembro. No acumulado dos últimos quatro meses, já são 1.571 registros feitos pelo 181 sobre esse tipo de crime. Nos últimos 12 meses foram 3.105 denúncias, contra 2.368 do período anterior.

Agressões

Uma série de casos de maus-tratos contra animais veio à tona no ano passado. Em um dos mais famoso, aenfermeira Camila de Moura acabou sendo investigada por espancar o seu cão da raça yorkshire na frente da filha pequena em Formosa (GO). As cenas foram gravadas por uma vizinha no dia 13 de novembro e vazaram na internet. O cão morreu dois dias após os maus-tratos.

Veja vídeo da agressão ao cachorro

A Polícia Civil da cidade passou a investigar o caso. Segundo delegado, a enfermeira já prestou depoimento, e teria dito que estava estressada com o cachorro. Ela pediu para responder apenas por crime ambiental. No inquérito policial constam também os relatos de alguns vizinhos, que dizem que o cachorrinho já havia sido agredido pela dona outras vezes. O Ministério Público do Estado propôs ação civil pública contra a enfermeira nesta segunda-feira (26). O órgão pediu que ela seja “condenada a indenizar os interesses difusos e coletivos lesados, decorrentes do abalo à moral coletiva, já que as imagens da agressão contra o animal foram veiculadas na internet, gerando enorme repercussão nas redes sociais e ocupando amplo espaço na mídia nacional, causando indignação e marcando profundamente o íntimo de toda a coletividade, não apenas da cidade de Formosa, como também de todo o País”.

Fonte: http://noticias.r7.com/

Anúncios
Sem categoria