Cães entendem sinais comunicativos humanos


Segundo uma nova pesquisa, os cães podem compreender nossa intenção de se comunicar com eles, e são tão receptivos à comunicação humana quanto bebês de 6 meses.
Os pesquisadores usaram tecnologia de rastreamento ocular para estudar como os cães observam uma pessoa, depois da pessoa dar os cães pistas comunicativas, tais como contato visual e fala dirigida.
Eles descobriram que a tendência dos cães de seguir o olhar das pessoas é a mesma de um bebê de 6 meses de idade.
O estudo sugere que os cães evoluíram para serem especialmente sintonizados com os sinais de comunicação humana – sendo assim, os primeiros seres humanos podem ter selecionado os cães para a domesticação particularmente por esta razão.
Os pesquisadores conduziram essencialmente a mesma experiência com cães que outros cientistas conduziram com crianças em 2008.
Eles seguiram o movimento do olho de 16 cães adultos durante dois testes diferentes. Os cães assistiram a uma série de filmagens em que uma mulher voltava sua atenção para um de dois recipientes idênticos – um à sua esquerda e um à sua direita, depois de encarar os cães de uma maneira “ostensiva” ou “não ostensiva”. Sinais ostensivos transmitiam a intenção de comunicação.
Para transmitir a intenção de se comunicar no primeiro teste, a mulher no vídeo fez contato visual com os cães e, em seguida, disse: “Oi cão!” em um alto tom, maternal (que geralmente falamos com os cachorros).
No segundo teste, não ostensivo, a mulher não olhou para os cães e disse: “Oi cão”, em um tom baixo, como se estivesse falando com outro adulto.
Os pesquisadores descobriram que os cães passaram a mesma quantidade de tempo olhando e examinando a mulher e seu rosto em ambos os testes.
No entanto, os cães passaram mais tempo olhando para o mesmo recipiente que a mulher olhou nos testes ostensivos. Esses resultados indicam que, assim como crianças, os cães são sensíveis a estímulos que sinalizam a intenção de uma pessoa de comunicar informações úteis, embora não esteja claro se algumas raças são melhores em ler sinais comunicativos do que outras.
O estudo apoia outras pesquisas que mostram que os cães estão cientes da “dimensão intencional de comunicação”, uma habilidade que pode ser uma adaptação especial exclusiva dos cães.
Segundo os pesquisadores, nenhuma outra espécie é tão sensível aos sinais comunicativos vindos de seres humanos, nem mesmo os macacos, parentes vivos mais próximos dos humanos.
Uma pesquisa anterior mostrou que os lobos, os parentes vivos mais próximos dos cães, não são tão hábeis quanto eles para entender gestos humanos, encontrar comida ou outras recompensas (na verdade, filhotes de cachorro se dão melhor do que lobos adultos, a menos que os lobos tenham sido especialmente treinados).
Uma questão ainda permanece, no entanto: qual pista comunicativa – contato visual ou fala dirigida – é mais importante para os cães. Segundo os cientistas, pode até haver diferentes tipos de animais que respondem a diferentes tipos de pistas, mas isso ainda é um mistério.[LiveScience]
Anúncios
Sem categoria