Guia de Raças: Poodle Miniatura

Posted: 29 Sep 2011 04:36 AM PDT


Sempre brinco que Poodles são cachorros de velhinhos e que quando eu precisar de um cãozinho perfeito, que entenda tudo que eu disser e que não fique pelo caminho me predispondo a tombos (nunca bons para velhinhos), adotarei um Poodle. Depois de traduzir a raça hoje, só fiquei mais apaixonada por ela. E também preocupada e triste com a realidade de tantos e tantos Poodles que não recebem os cuidados psicológicos que a raça precisa: muita atividade intelectual e um lar harmonioso e pacífico, cheio de amor e companhia.

–>Quer conhecer o verdadeiro temperamento de outras raças disponíveis para adoção? Confira o Guia de Raças Mãe de Cachorro clicando aqui.

Raça de hoje: Poodle Miniatura: só falta falar!

Texto: Michele Welton- Tradução: Ana Corina – Todos os direitos reservados. A reprodução é expressamente proibida.

Muitas pessoas têm uma concepção errada sobre os Poodles, a de que eles parecem e agem como cães “pompons”. Este é um dos maiores mitos no reino dos cães!
Primeiro, ignore as tosas exuberantes das pistas de competição. Poodles podem ser tosados de maneira a parecer cães normais! Poodles também têm a vantagem de serem a que menos solta pelos e a mais “hipoalergênica” dentre todas raças de cães peludos.
Em segundo lugar, Poodles Miniatura são atletas em miniatura. Eles sobressaem em competições avançadas de obediência – onde habilidades com saltos e para trazer objetos aos tutores são requeridas – e em competições de agility (corrida com obstáculos), onde voam acima, por baixo e através de obstáculos com tanta força e graça que pode ser emocionante de assistir.
Entretanto, preciso mencionar as duas constituições físicas da raça. A correta, que é “quadrada”, o que significa que suas pernas são longas o suficiente para que sua altura seja aproximadamente igual a seu comprimento. Estes Poodles Miniatura são tão elegantes quanto atléticos, movendo-se com flexibilidade. Outros Poodles Miniaturas têm uma constituição física mais atarracada, com pernas mais curtas e um dorso mais comprido. Estes cães herdaram uma deformidade física chamada condrodisplasia. Eles não têm a mesma elegância ou agilidade dos Poodles Miniaturas “quadrados” e são mais suscetíveis a hérnias de disco.
Mas não importando sua constituição física, um típico Poodle Miniatura é um dos cães mais espertos e “treináveis” de todas as raças. Ele é um cão “pensante” que presta uma atenção absurda em seu tutor, que aprende rápido e que responde rapidamente a treinos positivos. Na verdade, um Poodle Miniatura precisa de algum tipo de estímulo mental para ser feliz, mesmo que sejam apenas jogos simples de esconder ou buscar uma variedade de brinquedos com nome. Esta raça inteligente não pode simplesmente ficar largada no quintal (ou dentro de casa) e ser ignorada.
Muitos Poodles Miniatura são ótimos cães de alarme – latindo agudamente à porta e tendendo a ser reservados (embora educados e não agressivos) com estranhos. Mas também há aqueles que simplesmente amam a tudo e a todos. Com outros cães e gatos, o Poodle Miniatura é pacífico e geralmente os aceita bem.
Entretanto, nem tudo na raça significa perfeição. Além da necessidade constante de cuidados com sua pelagem, eles precisam de exercícios diários, já que são cães ativos. E também precisam de muita companhia diária, sofrendo com solidão e ansiedade de separação se deixados sozinhos por muito tempo. Poodles podem aprender “padrões” tão rapidamente que tendem a antecipar tudo que você fará em seguida, o que pode ser desconsertante. Eles esperam que suas rotinas sejam sempre as mesmas e podem ficar perturbados e confusos se você mudar as coisas.
Poodles são cães emocionalmente sensíveis, às vezes até demais. Se você os tocar inesperadamente ou os alarmar com barulhos súbitos e altos, eles tendem a encolher-se ou a ficar sobressaltados. Os Poodles mais sensíveis não são bons cães para crianças pequenas (com seus barulhos e falta de coordenação motora característicos). Da mesma maneira, eles também podem ficar emocionalmente perturbados se houver muita atividade, conflitos ou algazarra na sua casa. Eles preferem a paz e a harmonia.
Algumas linhagens da raça podem ser mais barulhentas e nervosas, mas tudo depende da socialização e do treinamento que o cão recebeu. Ao ser tratado como um cão inteligente e capaz, ele com certeza corresponderá à altura!
Se você quer um cão que…

  • Tenha um tamanho conveniente, seja gracioso, leve, mas ainda assim atlético e agil;
  • Tenha uma pelagem encaracolada que praticamente não cai (é a melhor raça peluda para quem sofre de alergias);
  • Exista em várias cores;
  • Seja alegre, vívido, brincalhão e inteligente;
  • Seja fácil de educar e de treinar para usar o banheiro;
  • Seja uma das raças mais atenciosas e agradáveis que existem, sendo um leitor de linguagem corporal e expressões faciais tão qualificado que parece ser um cão telepático;
  • Seja geralmente educado com estranhos e sociável com outros animais.

Um Poodle Miniatura pode ser bom para você!
Se você NÃO quer um cão que…

  • Possa ter um comportamento “barulhento”, latindo demais;
  • Seja tímido ou caprichoso ao não ser socializado correta e nem suficientemente;
  • Seja emocionalmente sensível a estresse, tensões e vozes altas;
  • Precise de tosas e escovações constantes.

Um Poodle Miniatura pode NÃO ser bom para você!

Se você está pensando em adotar um Poodle Miniatura… Considere as questões abaixo seriamente.

  1. Temperamento instável. Poodles ficaram muito populares, sendo procriados sem discriminação e por pessoas sem capacitação para tanto. Até hoje são uma das raças mais procriadas e vendidas a preços baixos por pessoas que não têm a menor ideia do que significa criar cães visando bom temperamento e boa saúde das ninhadas. Educadores e consultores de comportamento canino atendem um grande número de Poodles com problemas comportamentais, completamente neuróticos, hiperativos e até mesmo agressivos (mordendo mesmo!).
  2. Providencie socialização correta. Poodles Miniatura precisam de uma intensa exposição a todo tipo de pessoas (de diferentes idades, cheiros e cores) e sons e situações incomuns. Caso isto não aconteça, podem tornar-se tímidos ou desconfiados.
  3. Sensibilidade emocional. Seja honesto(a)… há tensão em sua casa? As pessoas da família são barulhentas, agressivas ou emocionais? Há discussões e brigas? Poodles são extremamente sensíveis ao estresse e podem ficar literalmente doentes por conta dele, apresentando problemas digestivos e comportamentos neuróticos caso as pessoas da casa estejam tendo problemas familiares. Poodles são cães pacíficos e sensitivos que precisam de um lar harmonioso e em paz.
  4. Tosas. Para manter sua pelagem encaracolada curta e livre de nós, os Poodles Miniatura precisam ser tosados a cada 4 a 6 semanas. Você pode ignorar as tosas de “shows” já que Poodles não precisam parecer “pompons”.
  5. Latidos. Poodles Miniatura são geralmente bastante rápidos para soar o alarme a cada novo acontecimento ou som. Você precisa ser igualmente rápido para ensiná-los a parar a latir. Por este mesmo motivo eles nunca devem ser largados sozinhos no quintal sem supervisão.
  6. Problemas de saúde. Poodles Miniatura podem ter uma vida longa e bem vivida, mas também podem sofrer de problemas nas juntas, nos olhos e no coração.

Adote um Poodle Miniatura adulto!
Quando você adota um filhote, você está adquirindo potencial do que ele um dia pode se tornar. Mas quando você adota um cão adulto, você está adquirindo o que ele já é e pode decidir se é o melhor cão para você baseado em sua rotina e realidade. Há vários Poodles Miniatura adultos que já provaram não ter as características negativas típicas da raça. Se você encontrar um cão assim, não deixe que elas preocupem você. Fique feliz que você encontrou um indivíduo atípico e aproveite!
Salve uma vida. Adote um cão.

*Lembrando: Estou traduzindo as descrições de temperamento das raças (que já vi disponíveis para adoção) apresentadas pela autora norte-americana Michele Welton, que obviamente leva em conta que a maior parte de seus leitores mora nos EUA e sempre tendo em mente cães dentro do padrão comportamental de cada raça. Não adianta um cão ter "cara" de uma raça, isso nem é tão difícil, um cão realmente "de raça definida" tem, mais do que qualquer outra coisa, a personalidade, o comportamento e os instintos da raça a que pertence.
Este artigo pertence ao Mãe de Cachorro Também é Mãe.

Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.
MaeDeCachorro?d=yIl2AUoC8zA MaeDeCachorro?d=YwkR-u9nhCs MaeDeCachorro?d=qj6IDK7rITs

Anúncios
Sem categoria