Arezzo lanca colecao de inverno com pele de animais e causa indignacao

Depois de protestos, Arezzo decide recolher coleção com peles verdadeiras

Em comunicado oficial, reproduzido via mídias sociais (Twitter e Facebook), a Arezzo decidiu, nesta segunda (18), retirar os modelos da coleção "Pele Mania" das lojas.
A minicoleção, que usa pele de raposa, ovelha e couro natural, causou o furor de internautas e protetores dos animais no último final de semana, com manifestações via Twitter e Facebook e até uma convocação para uma manifestação na porta de uma das lojas da marca de calçados e acessórios.
No início da tarde, a polêmica já era o segundo tópico mais comentado do Twitter no Brasil.
Divulgação

Montagem feita pelo Projeto SalvaCao publicada no Twitter contra a linha Pelemania, da Arezzo

Leia abaixo o comunicado da empresa na íntegra.
"Prezados consumidores,

A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios.

Por isso, vimos por meio deste nos posicionar sobre o episódio envolvendo nossas peças com peles exóticas – devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão.

Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa.

Um dos nossos principais compromissos é oferecer as tendências de moda de forma ágil e acessível aos nossos consumidores, amparados pelos preceitos de transparência e respeito aos nossos clientes e valores.

E por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo em todas as nossas lojas do Brasil as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas.

Reafirmamos nosso compromisso com a satisfação de nossos clientes e com a transparência das atitudes da Arezzo.

Atenciosamente,

Equipe Arezzo

Fonte Uol

9retweet

‘Arezzo’ lança coleção de inverno com pele de animais e causa indignação

Por Alex de Souza – 11:45:00 – 1300 Views

7
reprodução
8305c7d10020110418114703.jpg
Bolsa com pele de raposa por R$ 999

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – A grife Arezzo, uma das maiores marcas de varejo de produtos femininos como calçados, bolsas e casacos, fundada em 1972, pelos irmãos Anderson e Jefferson Birman, lançou sua nova coleção de inverno, chamada Pelemania e a campanha foi como rastilho de pólvora.

A informação é de que a grife estaria utilizando peles de animais (principalmente de raposas) para fazer os acessórios da marca. Uma bolsa de pele de raposa estaria saindo por R$999.

Em pouco tempo, uma grande mobilização pelas redes sociais pedia que a Arezzo se pronunciasse a respeito da campanha.

"Ficamos superindignados com essa atitude em desrespeito à vida e ao meio-ambiente por parte da Arezzo", dizia um post no Twitter.

No Facebook a indignação também era evidente "O Salvador na Moda cobrou explicações da Arezzo, mas até agora não obtivemos resposta. Deixe seu protesto no mural da grife no Facebook. Diga não à matança de animais capturados da natureza!", dizia a postagem.

O REPÓRTER entrou em contato com a assessoria da empresa e aguarda o pronunciamento da marca.

Sobre a Arezzo

Atualmente a rede de franquias Arezzo possui 280 lojas distribuídas em mais de 90 municípios epresentes em todos os estados brasileiros, com R$ 395 milhões de receita líquida; e quase sete milhões de produtos vendidos – entre sapatos, bolsas e acessórios – e 1 milhão de clientes cadastrados segundo dados dos últimos nove meses terminados em setembro de 2010.

Fora do país, a Arezzo está presente na Bolívia, no Paraguai, em Portugal e na Venezuela.

http://www.oreporter.com/detalhes.php?id=46399

Coleção com pele de animais gera polêmica

Lançamento da nova linha da Arezzo intitulada Pelemania tem sido alvo de propaganda negativa

18/04/2011 12:05

A- A+

Carolina Sanches

compartilhar:

1303139315colecaoarezzoreprinternet400.jpg

A Arezzo caiu na mira dos internautas nos últimos dias depois do lançamento da sua nova coleção intitulada Pelemania. A informação de que a grife utiliza peles de animais como raposa e coelho gerou polêmica no Twitter e Facebook, com comentários afiados de ativistas e clientes da marca. A polêmica ainda foi abordada através de posts em blogs.
A coleção Pelemania foi lançada, no último dia 14, na Flagstore da Oscar Freire. Comentários mostram que a coleção indignou muitos consumidores da marca que está na lista dos tópicos mais citados da rede social.
Entre os internautas do Twitter, a maioria condena a marca. “E a Arezzo na contramão da moda sustentável usando peles de animais”, disse um post. Mas há os que defendem a coleção “A polêmica só acontece porque são peles, mas ninguém fala do couro. Acho que a empresa não sabia que a campanha ia ser tão comentada”, outro post.
A reportagem do PRIMEIRA EDIÇÃO entrou em contato por e-mail com a assessoria da Arezzo e aguarda o pronunciamento da marca.

http://primeiraedicao.com.br/noticia/2011/04/18/colecao-com-pele-de-animais-gera-polemica

Anúncios
Sem categoria

Arezzo lanca colecao de inverno com pele de animais e causa indignacao

Depois de protestos, Arezzo decide recolher coleção com peles verdadeiras

Em comunicado oficial, reproduzido via mídias sociais (Twitter e Facebook), a Arezzo decidiu, nesta segunda (18), retirar os modelos da coleção "Pele Mania" das lojas.
A minicoleção, que usa pele de raposa, ovelha e couro natural, causou o furor de internautas e protetores dos animais no último final de semana, com manifestações via Twitter e Facebook e até uma convocação para uma manifestação na porta de uma das lojas da marca de calçados e acessórios.
No início da tarde, a polêmica já era o segundo tópico mais comentado do Twitter no Brasil.
Divulgação

Montagem feita pelo Projeto SalvaCao publicada no Twitter contra a linha Pelemania, da Arezzo

Leia abaixo o comunicado da empresa na íntegra.
"Prezados consumidores,

A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios.

Por isso, vimos por meio deste nos posicionar sobre o episódio envolvendo nossas peças com peles exóticas – devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão.

Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa.

Um dos nossos principais compromissos é oferecer as tendências de moda de forma ágil e acessível aos nossos consumidores, amparados pelos preceitos de transparência e respeito aos nossos clientes e valores.

E por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo em todas as nossas lojas do Brasil as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas.

Reafirmamos nosso compromisso com a satisfação de nossos clientes e com a transparência das atitudes da Arezzo.

Atenciosamente,

Equipe Arezzo

Fonte Uol

9retweet

‘Arezzo’ lança coleção de inverno com pele de animais e causa indignação

Por Alex de Souza – 11:45:00 – 1300 Views

7
reprodução
8305c7d10020110418114703.jpg
Bolsa com pele de raposa por R$ 999

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – A grife Arezzo, uma das maiores marcas de varejo de produtos femininos como calçados, bolsas e casacos, fundada em 1972, pelos irmãos Anderson e Jefferson Birman, lançou sua nova coleção de inverno, chamada Pelemania e a campanha foi como rastilho de pólvora.

A informação é de que a grife estaria utilizando peles de animais (principalmente de raposas) para fazer os acessórios da marca. Uma bolsa de pele de raposa estaria saindo por R$999.

Em pouco tempo, uma grande mobilização pelas redes sociais pedia que a Arezzo se pronunciasse a respeito da campanha.

"Ficamos superindignados com essa atitude em desrespeito à vida e ao meio-ambiente por parte da Arezzo", dizia um post no Twitter.

No Facebook a indignação também era evidente "O Salvador na Moda cobrou explicações da Arezzo, mas até agora não obtivemos resposta. Deixe seu protesto no mural da grife no Facebook. Diga não à matança de animais capturados da natureza!", dizia a postagem.

O REPÓRTER entrou em contato com a assessoria da empresa e aguarda o pronunciamento da marca.

Sobre a Arezzo

Atualmente a rede de franquias Arezzo possui 280 lojas distribuídas em mais de 90 municípios epresentes em todos os estados brasileiros, com R$ 395 milhões de receita líquida; e quase sete milhões de produtos vendidos – entre sapatos, bolsas e acessórios – e 1 milhão de clientes cadastrados segundo dados dos últimos nove meses terminados em setembro de 2010.

Fora do país, a Arezzo está presente na Bolívia, no Paraguai, em Portugal e na Venezuela.

http://www.oreporter.com/detalhes.php?id=46399

Coleção com pele de animais gera polêmica

Lançamento da nova linha da Arezzo intitulada Pelemania tem sido alvo de propaganda negativa

18/04/2011 12:05

A- A+

Carolina Sanches

compartilhar:

1303139315colecaoarezzoreprinternet400.jpg

A Arezzo caiu na mira dos internautas nos últimos dias depois do lançamento da sua nova coleção intitulada Pelemania. A informação de que a grife utiliza peles de animais como raposa e coelho gerou polêmica no Twitter e Facebook, com comentários afiados de ativistas e clientes da marca. A polêmica ainda foi abordada através de posts em blogs.
A coleção Pelemania foi lançada, no último dia 14, na Flagstore da Oscar Freire. Comentários mostram que a coleção indignou muitos consumidores da marca que está na lista dos tópicos mais citados da rede social.
Entre os internautas do Twitter, a maioria condena a marca. “E a Arezzo na contramão da moda sustentável usando peles de animais”, disse um post. Mas há os que defendem a coleção “A polêmica só acontece porque são peles, mas ninguém fala do couro. Acho que a empresa não sabia que a campanha ia ser tão comentada”, outro post.
A reportagem do PRIMEIRA EDIÇÃO entrou em contato por e-mail com a assessoria da Arezzo e aguarda o pronunciamento da marca.

http://primeiraedicao.com.br/noticia/2011/04/18/colecao-com-pele-de-animais-gera-polemica

Sem categoria